Polícias do Amazonas prenderam 1455 pessoas por roubos a coletivos

Polícias do Amazonas prenderam 1455 pessoas por roubos a coletivos

Em 2017, o Sistema de Segurança Pública do Amazonas prendeu 1455 pessoas por roubos a ônibus do transporte coletivo, alternativo e rotas que fazem o transporte do Polo Industrial de Manaus (PIM). Entre outubro e dezembro, a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) fez o reforço das Operações Catraca e Rota Segura, dedicadas exclusivamente a fiscalização dos ônibus. No ano, 14.676 veículos foram fiscalizados por barreiras fixas e móveis. Entre os meses de outubro e novembro, o sistema de segurança prendeu 406 pessoas por roubos a coletivos.

Determinadas pelo vice-governador e Secretário de Segurança Pública, Bosco Saraiva, as operações passaram a atuar com barreiras fixas e monitoramento dos veículos com abordagens surpresa, com blitze móveis que ocorrem em todas as zonas da capital. “O reforço no patrulhamento ostensivo tem como reduzir o número de casos e levar maior tranquilidade para a população que utiliza o transporte coletivo em Manaus. Essas ações continuarão sendo intensificadas”, reforçou Saraiva.

FOTOS: Bruno Zanardo / Secom

Do total de 14676 coletivos fiscalizados, 1435 foram de ônibus especiais (rota), 10576 de ônibus urbanos, 678 microônibus especial (rota) e 1987 microônibus lotação.

O trabalho da Operação Catraca envolve as Companhias Interativas Comunitárias de cada bairro e o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), que atualmente está 90% dedicado ao assunto, ciclopatrulhando os ônibus e fazendo abordagens preventivas. A nova medida tornou a Operação Catraca mais dinâmica, segundo o Comandante-Geral da PM. O efetivo policial monitora os veículos dentro do mapa criminal de assaltos identificado pela Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai). Em 2017, a SSP registrou 3605 roubos a coletivos.

Fonte: SECOM

Deixe uma resposta