Família desaparecida é localizada em Boa Vista e diz ter sido sequestrada

Família desaparecida é localizada em Boa Vista e diz ter sido sequestrada
Foto: Reprodução/Internet

Família desaparecida desde a madrugada do dia 16, segunda-feira, retomou contato com a família na tarde desta terça-feira (27). Segundo a mãe de Ingrid, Sebastiana Souza da Rocha, 47, o casal Ingrid Souza Rocha, 27, e Elias Vasconcelos Sales, 29 alegou ter sido sequestrado junto com a filha de 3 anos, enquanto abasteciam o carro em um posto de gasolina na Avenida Torquato Tapajós, próximo à barreira policial da BR-174 e da entrada do Bairro Santa Etelvina e deixados em um terminal rodoviário em Boa Vista (BR).

A família estava em um veículo modelo Prisma, de cor preta e placas NOP-5097, quando foi levada pelos sequestradores, conta Sebastiana.  “Nós ainda não conseguimos ter muitos detalhes. Mas eles fizeram contato e disseram que os bandidos abandonaram o carro e eles em uma rodoviária próxima de Boa Vista. Eles estão bem e somente a bebê estava assustada e chorando muito”, relatou.

Sebastiana acredita que a abordagem tenha sido aleatória. “Nós nunca tivemos conhecimento de alguma ameaça ou algo. Não acho que tenha sido algo planejado”, afirmou.  Segundo ela, um amigo da família está dando assistência para o casal em Boa Vista, que ainda não tem data para retornar à capital amazonense.

O casal foi visto pela última vez em Manaus, na Comunidade Cidade das Luzes, no Tarumã, na casa do pai de Elias, na madrugada de segunda-feira (16), de acordo com a mãe de Ingrid.

Entenda o caso

A família havia sido dada como desaparecida nos últimos dias, com divulgação de conhecidos em redes sociais. O pai de Elias Sales, 29, relatou que o filho, a esposa Ingrid de Souza Sales, 27, e a filha Ester, 3, saíram de casa por volta das 9h30, dizendo que iam comprar um suco para a Ester, que estaria com dores no estômago.

Elias teria passado primeiro na casa de uma prima que era ali muito próximo para pegar um dinheiro que estava devendo para ele, e depois seguiu dizendo que voltaria para casa, mas foi até o Parque das Tribos, no Tarumã, onde tem um comércio que fica na residência do pai.

De acordo com o pai de Elias, a família chegou lá 1h30 da madrugada e que o Elias teria chegado sozinho pedindo um dinheiro emprestado para pagar uma conta. Desde então os familiares não souberam mais notícias de onde estava a família.

Reportagem: Thaissa Graminho

Deixe uma resposta