MP-AM aperta o cerco contra Adail Filho e vereadores

MP-AM aperta o cerco contra Adail Filho e vereadores

O escândalo do ‘mensalinho’ que envolve o prefeito de Coari, Adail Pinheiro Filho (PP), foi destaque no Jornal Nacional, da Rede Globo de Televisão no último domingo. Segundo a denúncia que está sendo apurada pelo Ministério Público, o prefeito estaria envolvido num ‘esquema’ de propina de R$ 10 mil para os vereadores da Câmara Municipal do município.

O Ministério Público começou a apertar o cerco que pode resultar na prisão do prefeito e de vários vereadores a qualquer momento. O repasse de Royalties do petróleo explorado no município, também é alvo dos promotores do MPE. Esse pode ser o dinheiro da farra e do ‘mensalinho’ denunciado pelos ex-vereadores.

A população de Coari vem sofrendo com a falta de serviços básicos e reclama da administração ausente do prefeito Adailzinho, como é conhecido. Ruas esburacadas, saúde caótica, desemprego embora o município fature dos royalties cerca de R$ 20 milhões.

A farra com o dinheiro público, denunciado por três ex-vereadores que foram cassados pela Câmara, inclusive com o vídeo onde os vereadores aliados do prefeito aparecem disputando o ‘mensalinho’ revoltou a população de Coari.

 Nos últimos meses, a prefeitura tem mostrado em uma campanha publicitária, uma cidade bonita e serviços que teria melhorado a qualidade de vida da população. Tudo mentira, segundo os moradores.

O prefeito negou que estivesse envolvido em qualquer ‘esquema’, mas não consegue desvincular o seu nome de um dos maiores escândalos dos últimos anos, perdendo apenas para o promovido pelo pai dele, Adail Pinheiro, preso por vários crimes, inclusive pedofilia.

Deixe uma resposta