’15/12/2019’

Plano Dubai será debatido em audiência nesta quarta em Brasília

Plano Dubai será debatido em audiência nesta quarta em Brasília

Nesta quarta-feira (3), o Plano Dubai que o governo federal quer apresentar para a Amazônia e que pode afetar a Zona Franca de Manaus, será apresentado por representantes do Ministério da Economia, durante audiência pública na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviço (Cdeics) da Câmara dos Deputados, a partir das 10h30, no plenário II da Casa.

A audiência será realizada conjuntamente pela Cdeics e Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (Cindra), a pedido dos deputados federais pelo Amazonas, José Ricardo (PT/AM) e Alberto Neto (PRB/AM).

De acordo com o presidente da Cdeics, Bosco Saraiva (Solidariedade), parlamentar também eleito pelo Amazonas, o Plano Dubai será apresentado pela primeira vez na audiência pública, apesar de já ter sido anunciado por meio da imprensa nacional, que deverá reunir parlamentares de diversos estados para debater o tema.

“Não se pode executar um plano com esse impacto sem a anuência do Congresso Nacional, sem amplo debate com a sociedade. Queremos conhecer o plano em detalhes para, então, construirmos um debate qualificado sobre as mudanças previstas para a Zona Franca de Manaus”, disse. 

Foram convidados para o debate, o secretário de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Alexandre da Costa; Miguel Eduardo Torres, presidente da Força Sindical; e o presidente da Central Única dos Trabalhadores do Estado do Amazonas (CUT/AM).

Já confirmaram presença do secretário de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Amazonas, Jório de Albuquerque Veiga Filho; a secretária de Controle Externo do Desenvolvimento Econômico do Tribunal de Contas da União, Andreia Rocha Bello de Oliveira; o representante da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Saleh Hamdeb; e o presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Luiz Augusto de Souza Ferreira.

Deixe uma resposta