’06/12/2019’

‘Neymar quer sair do PSG, mas o clube não quer que ele saia’, diz presidente do Barcelona

‘Neymar quer sair do PSG, mas o clube não quer que ele saia’, diz presidente do Barcelona

O presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, concedeu, nesta sexta-feira (5), uma entrevista coletiva, no Estádio Nou Camp, para falar do futuro do clube e alguns assuntos muito comentados nas últimas semanas foram discutidos. Entre eles, está a situação que envolve Neymar, especulado para voltar nesta temporada ao time catalão dois anos depois de se transferir ao Paris Saint-Germain (PSG).

Por conta dos rumores do retorno de Neymar, o vice-presidente Jordi Mestre teria deixado o seu cargo no Barcelona por não concordar com essa negociação. Bartomeu afirmou que a saída do dirigente não tem relação direta com uma suposta discordância em trazer o atacante e ressaltou que o Paris Saint-Germain não quer negociar o jogador, apesar do desejo dele em sair.

“A saída de Mestre não tem nada a ver com Neymar. Houveram discrepâncias com a área esportiva e que, junto de outros motivos, levaram à sua saída. Eu o agradeço muito (…) Sabemos que Neymar quer sair do PSG, mas também sabemos que o PSG não quer que ele saia”, disse o mandatário.

Na Europa muito se fala que o Paris Saint-Germain já aceitou diminuir o valor da transferência de Neymar para € 222 milhões (R$ 975 milhões), o mesmo que os franceses pagaram ao Barcelona, em 2017. Os brasileiros Philippe Coutinho e Malcom poderiam entrar na negociação. Bartomeu, porém, acha que Dembélé dá conta do recado e que o francês é melhor que Neymar.

“Para mim, sim (é melhor que Neymar). Dembélé é um jogador diferente e queremos que siga jogando aqui. Não gostamos de falar de jogadores de outros clubes, assim como não gostamos que outros clubes falem de nossos jogadores”, afirmou o presidente.

Bartomeu foi perguntado também sobre o atacante francês Antoine Griezmann, que já anunciou há algum tempo que não seguirá no Atlético de Madrid. O dirigente confirmou que o Barcelona está interessado na contratação do campeão do mundo.

No contrato do jogador estava previsto, para a partir de 1º de julho, uma queda no valor da multa rescisória, que agora é de € 120 milhões (quase R$ 515 milhões), mas o time catalão tenta uma negociação sem precisar pagar essa multa.

“Nesta quinta-feira (4) nós tivemos uma reunião em Madri. Gil Marin (diretor de futebol do Atlético de Madrid) e Oscar Grau (dirigente do Barcelona) se encontraram e nós perguntamos se é possível uma negociação por Griezmann. Há o nosso interesse”, comentou Bartomeu.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta