’05/12/2019’

Defesa civil de Manaus registra mais de 100 ocorrências após temporal

Defesa civil de Manaus registra mais de 100 ocorrências após temporal

MANAUS – Até o momento 113 ocorrências entre deslizamento, desabamento parcial e total de imóveis, tombamento de árvores, alagações foram registrados pela Central de Emergência da Defesa Civil, entre à noite de sexta-feira, 27, e a manhã deste sábado, 28/9.

As ocorrências foram atendidas de forma integrada pela Prefeitura de Manaus, por meio das secretarias municipais de Infraestrutura (Seminf), da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), de Limpeza Urbana (Semulsp) e Guarda Metropolitana, cada uma delas, dentro da sua área de atuação.

Para o atendimento sócio-econômico das famílias atingidas pelo temporal, a Semasc designou equipes para verificar a situação de vulnerabilidade das famílias afetadas.

 

Estragos 

No bairro Redenção, Zona Centro-Oeste de Manaus, uma cratera se abriu em uma rua durante uma chuva. Devido à cratera na Rua Montequeiro, o tráfego de veículos precisou ser desviado, o que afetou também o trajeto de linhas do transporte coletivo que atendem a região.

Na Avenida Margarita, bairro Nova Cidade, Zona Norte, por exemplo, a estrutura de um posto de combustíveis desabou por volta das 20h. O acidente também causou danos à fachada de uma lanchonete que funciona ao lado do estabelecimento. Ninguém se feriu.

No bairro Aleixo, Zona Centro-Sul, uma obra de um hospital particular cedeu e invadiu uma rua. A lama também chegou às casas.

Já na Rua Rio Madeira, no Conjunto Vieiralves, a água invadiu o estacionamento de um condomínio residencial e causou prejuízos aos veículos, e uma cratera foi formada no local.

A Defesa Civil Municipal informou que desabamentos foram registrados nos bairros Gilberto Mestrinho, Aleixo, Nova Esperança e no conjunto Riacho Doce 2. Um deslizamento também foi registrado no mesmo conjunto e seis alagamentos foram contabilizados nos bairros Mutirão, Zumbi, Armando Mendes, São José, Jorge Teixeira e Nossa Senhora de Fátima. 

Mortes

Dois homens morreram durante o temporal. Um idoso de 68 anos que caiu em um igarapé no bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus e Na Zona Leste, um homem de 45 anos também morreu afogado após cair em um bueiro.

Pluviometria

Conforme os dados dos Pluviômetros Automáticos da Defesa Civil instalados na cidade, em parceria com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), a média de chuva para a cidade de Manaus alcançou 75 milímetros em três horas. As zonas mais atingidas foram a Leste e a Norte.

Fotos –Divulgação / Defesa Civil

Deixe uma resposta