’05/12/2019’

Em entrevista, Lula diz: “seria um prazer sair da prisão e Moro e Deltan entrarem”

Em entrevista, Lula diz: “seria um prazer sair da prisão e Moro e Deltan entrarem”

Brasil – Na expectativa pela concessão do regime semiaberto, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmo que só quer sair da prisão “com 100% de inocência” e que seria “um prazer” que o ministro da Justiça, o ex-juiz Sergio Moro, e o procurador Deltan Dallagnol entrassem em seu lugar.

“Eu só saio daqui com 100% de inocência, e o maior prazer seria sair daqui e o Moro entrar no meu lugar. Ele e o Dallagnol”, disse o petista, em entrevista ao site GGN. Lula falou com o site na última quarta-feira (25).

Antes de renunciar ao cargo para assumir o ministério no governo de Jair Bolsonaro (PSL), Moro foi o juiz da 13ª Vara Federal do Paraná que condenara Lula em primeira instância no processo do tríplex do Guarujá (SP).

A denúncia do caso foi feita pela força-tarefa da Operação Lava Jato no MPF-PR (Ministério Público Federal no Paraná), coordenada por Dallagnol. A condenação foi confirmada em instâncias superiores.

Na noite de sexta (27), a força-tarefa da Lava Jato se manifestou pela progressão de regime de Lula para o semiaberto. O pedido será julgado pela juíza federal Carolina Lebbos.

O petista está desde abril do ano passado na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde cumpre pena de 8 anos, 10 meses e 20 dias pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O direito à progressão de regime se dá porque ele já cumpriu um sexto da pena e tem bom comportamento prisional.

A defesa do ex-presidente não confirmou se tem interesse na progressão de regime e resumiu que o assunto seria discutido com Lula. “O ex-presidente Lula deve ter sua liberdade plena restabelecida porque não praticou qualquer crime e foi condenado por meio de um processo ilegítimo e corrompido por flagrantes nulidades”, declarou o advogado Cristiano Zanin Martins.

Ainda ao GGN, Lula também foi enfático em refutar deixar a cadeia mediante condições como o uso de uma tornozeleira eletrônica. “Não sou pombo”, justificou.

Fonte: Yahoo Notícias

Deixe uma resposta