Corpo de motorista de aplicativo é encontrado dentro de porta-malas de carro abandonado em Manaus

Corpo de motorista de aplicativo é encontrado dentro de porta-malas de carro abandonado em Manaus
Carro foi abandonado com corpo no porta-malas, em Manaus. — Foto: Patrick Marques/G1 AM

O corpo de um motorista de aplicativo, de 27 anos, foi encontrado no porta-malas de um carro abandonado na Zona Norte de Manaus, nesta terça-feira (23). Familiares da vítima identificaram o corpo e informaram que o homem estava desaparecido desde às 19h de segunda-feira (22).

O carro foi abandonado no Conjunto João Paulo, bairro Nova Cidade. De acordo com o tenente da 15ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Joselho Moraes, a polícia recebeu a denúncia de que um carro foi abandonado na rua 25, por volta de 4h.

Os moradores sentiram um cheiro forte que vinha do carro e suspeitaram. Quando tentaram ver, o carro estava aberto e encontraram o corpo do homem no porta-malas, segundo a polícia.

“A equipe veio ao local e foi constatado que o veículo estava aberto, com os vidros dianteiros abertos. Ele estava enrolado em um lençol, ou uma rede”, informou o tenente Joselho Moraes.

IML foi acionado para fazer remoção do corpo. — Foto: Patrick Marques/G1 AM

Após o encontro do corpo, familiares da vítima chegaram ao local e reconheceram o corpo do homem. Segundo a polícia, ele era um motorista de aplicativo e estava desaparecido desde às 19h de segunda-feira (22).

De acordo com o delegado plantonista da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o carro havia sido alugado por outra pessoa para que a vítima trabalhasse. Ele afirmou que ainda não há como confirmar se o homem foi vítima de latrocínio ou morto por outro motivo.

Após a perícia no corpo, o Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) informou que o motorista de aplicativo estava com três facadas no peito e três tiros na cabeça. Ele também estava com um corte em um dos cotovelos.

O corpo da vítima foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). O caso será investigado pela DEHS para descobrir quem matou o motorista de aplicativo e o que motivou o crime.


Fonte: G1 Amazonas

Deixe uma resposta