80 respiradores doados pela Alemanha chegam em Manaus

80 respiradores doados pela Alemanha chegam em Manaus
Equipamentos para tratamento contra Covid foram trazidos em avião da Aeronáutica alemã. — Foto: Patrick Marques/G1 AM

Os 80 respiradores doados pela Alemanha ao Amazonas chegaram no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, no início da tarde deste sábado (27). O país também enviou acessórios para o uso hospitalar ao estado.

O anúncio foi feito pela embaixada da Alemanha no Brasil, na quinta-feira (25). Por meio de nota, o órgão informou que a doação atende um pedido do Governo do Amazonas.

O avião da Aeronáutica alemã pousou no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, às 12h26.

O Amazonas enfrentou a segunda onda de Covid-19 entre janeiro e fevereiro deste ano, e teve que enviar pacientes a outros estados por conta do colapso na Saúde. Até a sexta-feira (26), mais de 11,9 mil pessoas morreram com a doença no estado.

Quando o anúncio do envio dos respiradores foi feito, o embaixador da Alemanha, Heiko Thoms, ressaltou que a cooperação mundial para o enfrentamento da pandemia da Covid-19 é de máxima prioridade, e está disposto a prestar a sua ajuda humanitária.

“Ninguém está seguro, até que todos estejam seguros. A Alemanha e o Brasil são parceiros muito importantes e nós acreditamos que somente através da união e da cooperação de maneira solidária entre os países poderemos vencer essa pandemia”, afirmou.

Aeronave alemã pousou no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus. — Foto: Patrick Marques/G1 AM

Manaus recebe pacientes de fora

Após sofrer com a segunda onda de Covid, o Amazonas já se encontra na fase laranja da pandemia, com risco moderado de transmissão de Covid. Nesta sexta (26), os leitos de UTI Covid tinham cerca de 75% de ocupação.

A capital passou a receber pacientes com Covid de Rondônia e do Acre, por conta do colapso enfrentado, agora, nessas outras localidades. Até esta sexta, 45 pacientes já foram transferidos para o Hospital Delphina Aziz, referência no tratamento da doença no estado.

O Amazonas sofreu com falta de oxigênio nos hospitais, em janeiro, e uma força-tarefa foi criada para trazer o insumo até o estado. Com o consumo estabilizado, cilindros de oxigênio começaram a ser levadas para outros estados que enfrentam o problema.


Fonte: G1 Amazonas

Deixe uma resposta