Amazonense é vítima de emboscada na Venezuela

Amazonense é vítima de emboscada na Venezuela

Em matéria postada ontem (14), no El Diário de Guayana com o título “Turista brasileiro morto na rodovia Upata San Felix”, na Venezuela, que relata a morte do amazonense Amaury Castro da Silva, 48 anos, vítima de uma emboscada quando viajava em uma caravana de pelo menos 20 turistas, diz que eles foram atacados por cerca de 10 homens.

Afirma ainda, que o veículo de Amaury foi alvejado no Los Rosos via Upata, no estado de Bolivar, onde de fato houve protestos durante toda a semana que acaba de terminar ontem, por falta de água, alimentação e tratamento contra a malária.

A matéria afirma ser este o segundo incidente em menos de 15 dias onde os turistas brasileiros são vítimas de emboscadas na estrada. Alguns dias atrás, um ônibus brasileiro foi assaltado quando chegavam de férias da ilha de Coche.

Quando chegaram à doca em Margarita um Yutong, grupo de pessoas motorizadas, os cercou e os atacou.

fotos: Internet

Chegada do Corpo em Manaus

Deverá chegar em Manaus nesta segunda-feira (15), o corpo do amazonense Amaury Castro da Silva, vítima de latrocínio (assalto seguido de morte) durante emboscada contra um comboio de turistas nas proximidades das cidades de São Félix e Porto Ordaz, na Venezuela.

De acordo com a secretária-adjunta de Gestão Internacional de Roraima, Fátima Araújo, uma escolta policial vai trazer os parentes da vítima e amigos até Santa Elena de Uairén, cidade venezuelana que faz fronteira com o Brasil.

Os parentes da vítima pernoitaram em Santa Elena de Uairén junto com o corpo de Amaury Castro e no amanhecer desta segunda-feira seguiram para município brasileiro de Pacaraima de onde o corpo será transportado em um avião da Rico Linhas aéreas, empresa onde Amaury trabalhava, em voo direto para Manaus.

Fonte: Fato Amazônico

Deixe uma resposta