Começa o Projeto Zona Azul em Manaus

Começa o Projeto Zona Azul em Manaus

O projeto Zona Azul, sistema que promete organizar o fluxo de estacionamento de veículos no Centro de Manaus, começou a valer nesta quarta-feira (17), com 1.500 vagas inicialmente. O sistema funcionará em fase de testes, sem cobrança de taxa, por um mês.

O trabalho dos monitores cadastrados junto às vagas disponíveis será educativo, orientando os motoristas sobre o funcionamento do sistema, segundo a Prefeitura. A gratuidade ocorrerá até o dia 17 de fevereiro.

As vagas de estacionamento estarão disponíveis nos seguintes pontos:

  1. Avenida Eduardo Ribeiro
  2. Ruas 10 de Julho
  3. Barroso
  4. Henrique Martins
  5. Rui Barbosa
  6. 24 de Maio
  7. Costa Azevedo
  8. Marçal
  9. Dona Libânia
  10. Monsenhor Coutinho
  11. Tapajós
  12. Lobo D’Almada
  13. Joaquim Sarmento
  14. José Clemente
  15. Ramos Ferreira
  16. Frei Lourenço
  17. Ferreira Pena

O projeto inicia com 1.500 vagas. Em um mês chegará a um total de 3 mil. A meta é que, em três meses, 5 mil vagas estejam funcionando.

Sistema Zona Azul

Preço R$ 3 a hora
2ª a 6ª das 8h às 18h
Sábado: 8h às 17h
Domingo: sem cobrança

Cada vaga do sistema é dotada de sensor, que vai detectar a hora em que o veículo estacionou. Os sensores estarão funcionando a partir de 17 de fevereiro, quando passará a vigorar a cobrança de taxa. Monitores uniformizados e com equipamentos portáteis atuarão no controle do tempo utilizado pelos usuários. Os monitores também estarão disponíveis para a venda de créditos para uso do estacionamento e para a orientação ao usuário.

Fotos: Divulgação Internet

O pagamento deverá ser pela internet no site www.zamanaus.com.br ou pelo aplicativo “Zona Azul”, disponível para sistema android e IOS. Lojas também vão funcionar como pontos de vendas.

“A execução do sistema vai resultar em uma arrecadação municipal de 11% da receita bruta, que será transferida para investimentos no trânsito da cidade”, disse a Prefeitura.

Quem passar do tempo permitido será multado. Estacionar em desacordo com a regulamentação é uma infração grave, com multa no valor de R$ 195,23, e cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação. O condutor também poderá ter o veículo removido pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito de Manaus.

O Zona Azul irá funcionar de segunda-feira à sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, de 8h às 17h. No domingo não haverá cobrança pelo sistema. O valor cobrado, de segunda a sábado, será de R$ 3 a cada hora.

Com relação à segurança dos veículos, o consócio que irá operar o sistema nem o município se responsabilizam por danos à segurança do veículo ou do usuário.

Guilherme Rocha, diretor operações Consórcio Amazônia, disse que o contrato não prevê segurança e sim o sistema de vagas rotativas.

Fonte: Prefeitura e G1 Amazonas

Deixe uma resposta