Professores realizam manifestações em várias zonas de Manaus

Professores realizam manifestações em várias zonas de Manaus

Os professores da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) resolveram na manhã desta quinta-feira realizar diversas manifestações em várias zonas da capital amazonense. De acordo com o Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus (Asprom/Sindical), as aulas já estão paralisadas em várias escolas da rede estadual de ensino.

No Centro de Manaus e Zona Centro-Sul, eles cobraram aplicação do dinheiro do Fundeb na melhoria das condições de trabalho.

Ontem (14), em assembleia geral os professores aceitaram apenas um item da proposta do governo Amazonino Mendes, as promoções verticais. Eles decidiram que não abrem mão dos 35% de reajustes, sendo 30% da inflação do período de abril de 2014 a março de 2018.

O auxilio saúde proposto por Amazonino, depois de cortar o plano de saúde foi rejeitado a unanimidade. Os professores querem plano de saúde gratuito e que seja estendido aos dependes.

O item 4 da proposta do governo do estado, auxílio alimentação, também foi rejeitado totalmente pelos professores. Eles querem um reajuste de 100% no auxílio alimentação.

Na assemblei ficou decidido ainda por um indicativo de greve nesta quinta-feira e durante todo o dia acontecerão manifestações. Amanhã, a categoria se reunirá na Praça da Polícia (Praça Heliodoro Balbi, na avenida 7 de setembro, Centro), no Centro de Manaus onde será decidido se haverá ou não uma greve geral dos professores.

Fonte: Fato Amazônico

Fotos: Fato Amazônico

Deixe uma resposta