AM deve ganhar unidade de conservação

AM deve ganhar unidade de conservação

Prefeitura anunciou a criação da Área de Proteção Ambiental para diminuir mortes do sauim-de-coleira.

riação da Área de Proteção Ambiental (APA) Sauim-de-Manaus foi anunciada na noite de terça-feira (3). A nova unidade de conservação terá como principal objetivo auxiliar na proteção ao sauim-de-coleira (Saguinus bicolor), um primata que só existe no Amazonas e é símbolo da capital amazonense. A espécie corre o risco de extinção.

Segundo especialistas, é preciso criar um corredor ecológico que una fragmentos florestais para evitar mortes da espécie. Há registros de atropelamentos e choques elétricos de animais na zona urbana de Manaus.

Ao criar a unidade de conservação, a Prefeitura de Manaus atende ao estabelecido em um Termo de Ajustamento de Conduta Ambiental (TACA) com o Ministério Público Federal.

Segundo a Prefeitura, serão feitas duas audiências públicas para apresentar a proposta à população e colher sugestões dos vários segmentos da sociedade. Após as audiências, haverá a assinatura do decreto de criação da Área de Proteção Ambiental pelo prefeito Arthur Virgílio Neto. A estimativa é de que o processo seja concluído em aproximadamente 90 dias.

De acordo com anúncio da Prefeitura, a APA Sauim terá mil hectares e ficará entre o Corredor Ecológico Urbano do Mindu, o Parque Estadual Sumaúma e a Reserva Ducke, na Zona Norte. A área abriga igarapés conhecidos como Geladinho e Goiabinha, além de fragmentos florestais e áreas verdes de loteamentos habitacionais.

Fonte e Foto: G1 Amazonas

Deixe uma resposta