Arthur Neto nega afastamento de seis meses de licença para tratamento de saúde

Arthur Neto nega afastamento de seis meses de licença para tratamento de saúde

O Prefeito de Manaus, Arthur Neto, concedeu uma entrevista para uma rádio de Manaus na manhã desta segunda-feira (26) e negou um possível afastamento de seis meses da administração pública por questões de saúde.

O prefeito criticou o boato que se espalhou rapidamente, dizendo que não se incomoda, mas que os boatos incomoda a sua família. “Meus filhos que não moram aqui me ligaram preocupados, mas já está tudo esclarecido. Isso não é importante, o importante é fazer o que tem que ser feito. Temos dinheiro para fechar esses dois anos e cumprir todas as nossas obrigações com as contas no azul e realizando obras importantes”, disse o prefeito.

Ele esclareceu que está em tratamento médico de uma Vertigem Posicional Paroxística Benigna (VPPR), um problema no ouvido que provoca curtos períodos de tontura. “Nesse período, estou evitando muita agitação. E, nesse tempo de molho, estou planejando nossas ações, tratando de detalhes muito importantes e com boas notícias”.

Arthur comentou também sobre a situação financeira da Prefeitura de Manaus, com salários em dia e a antecipação do 13º salário, no dia 7 de dezembro, para servidores ativos e inativos, num total de R$ 304 milhões injetados na economia local. “Temos muita coisa para fazer e estou ansioso para acabar a licença médica e voltar exagerando”, brincou.

Reportagem: Paulo Henrique Caminha

Deixe uma resposta