Lucinha Lins, Tania Alves e Virgínia Rosa comemoram 10 anos de sucesso de Palavra de Mulher, no Teatro Manauara

Lucinha Lins, Tania Alves e Virgínia Rosa comemoram 10 anos de sucesso de Palavra de Mulher, no Teatro Manauara
Foto: Divulgação

As atrizes e cantoras Lucinha Lins, Tania Alves e Virgínia Rosa chegam em Manaus para apresentar o musical Palavra de Mulher, no Teatro Manauara, nos dias 15 (sábado, às 21h) e 16 (domingo, às 19h). Os ingressos a partir de R$ 30, estão à venda na bilheteria do local, no Manauara Shopping, Piso Buriti, Loja 04, ou no site www.aloingressos.com.br.

Foto: Divulgação

 

O espetáculo estreou há dez anos, em São Paulo, um misto de show e teatro em que as cantoras/atrizes Lucinha Lins, Tania Alves e Virgínia Rosa interpretam personagens femininas criadas nas obras de Chico Buarque, que expressam o universo feminino. Desde então, “Palavra de Mulher” conquistou a crítica (em 2014, foi indicado em 4 categorias ao prêmio Bibi Ferreira) e arrebatou o público por onde passou – e não foram poucos os palcos em que foi apresentado.

Ao longo desses anos todos, o espetáculo foi visto por mais de 250 mil pessoas em mais de 50 cidades país afora.

Acompanhadas pelos músicos Ogair Júnior, Ramon Montagner e Robertinho Carvalho, as três talentosas cantoras/atrizes trazem um repertório que inclui músicas como “À Flor da Pele”, “Teresinha”, “Meu namorado”, “Palavra de Mulher”, “Bem-Querer”, “o Meu Amor”, “Folhetim”, “Atrás da Porta”, “Tango de Nancy”, “Tatuagem”, entre outras.

O musical

“Palavra de Mulher” tem concepção e direção geral de Fernando Cardoso e recebeu, em 2014, 04 indicações ao Prêmio Bibi Ferreira nas categorias de melhor musical brasileiro, melhor diretor (Fernando Cardoso), melhor diretor musical (Ogair Júnior) e melhor atriz (Tania Alves). Num clima de cabaré, com adereços e objetos cênicos, além da iluminação e figurino, as atrizes/cantoras se revezam com interpretações em trio, duo e solo. “Elas são artistas com personalidades diferentes, porém as três se harmonizam de uma forma fora do comum. Cada uma delas tem uma qualidade oposta da outra, mas quando se juntam o resultado é de uma grande beleza. Elas têm uma versatilidade incrível”, enfatiza Fernando Cardoso.

Por Thaissa Graminho

Deixe uma resposta