Prefeitura prorroga inscrições do Bolsa Idiomas até 4 de janeiro

Prefeitura prorroga inscrições do Bolsa Idiomas até 4 de janeiro

A Prefeitura de Manaus prorrogou as inscrições do programa Bolsa Idiomas. Os interessados em concorrer as 14,964 vagas em cursos de idiomas agora tem até as 17h do dia 4 de janeiro de 2019 para se inscrever. As inscrições podem ser feitas através do portal da Espi.

O programa Bolsa Idiomas é coordenado pela Secretaria Municipal de e Inclusão Sócio Educacional e Gestão (Semad), por meio da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socio-Educacional (Espi), e nesta edição oferece bolsas de estudos de 50% 75% e 100% nos cursos de inglês, espanhol, mandarim, alemão, francês, italiano e japonês a pessoas de baixa renda.

O secretário da Semad, Lucas Bandiera, disse que a prorrogação das inscrições foi decidida para ampliar a oportunidade de mais pessoas terem acesso às bolsas de estudos, visto que muitos deixaram para fazer as inscrições na última hora.

“O Bolsa Idiomas é uma política de inclusão socio educacional pensada pelo prefeito Arthur Neto para qualificar em idiomas pessoas que não teriam acesso. Os interessados ganham mais prazo, têm a oportunidade de ler o edital com atenção e preencher a inscrição online, que é bem detalhada, com bastante atenção”, afirmou.

Para participar do processo seletivo, o candidato deve:

  • Ser residente em Manaus;
  • Ter idade a partir de 16 anos;
  • Apresentar renda familiar per capita de 2,5 salários mínimos;
  • Cursar ou ter concluído o Ensino Médio;
  • Não ser beneficiário de programa similar mantido pelo poder público.

Um total de 814 vagas são reservadas para pessoas com deficiência. Nesta edição, o Programa conta com 11 instituições parceiras. A classificação dos candidatos inscritos será processada pelo sistema de acordo com as vagas disponíveis em cada curso, turno, dias de aula e instituição, com prioridade para os de renda familiar per capita mais baixa.

Em caso de empate, os critérios para desempate serão voltados para quem tiver cursado todo o ensino médio em escola pública, ou obtiver maior tempo de ensino médio em escola pública e a quem tiver maior idade.

Texto: Paulo Henrique Caminha

Deixe uma resposta