Viúva de Boechat vai à justiça pedir antecipação de provas no caso

Viúva de Boechat vai à justiça pedir antecipação de provas no caso

A viúva de Boechat, Veruska Seibel, resolveu entrar na Justiça, causando uma reviravolta no caso, e pediu a antecipação de provas contra a empresa Libbs, que teria sido a responsável pela morte do jornalista, já que a empresa farmacêutica foi a suposta responsável pelo transporte de Boechat, que acabou ocasionando a morte do mesmo, pois, o helicóptero que ele estava caiu na rodovia Anhanguera.

Na ocasião, Ricardo Boechat estava voltando de uma palestra, realizada em um evento promovido pela empresa, em Campinas, e estava a caminho da Band, no Morumbi, onde se prepararia para apresentar a noite o Jornal da Band.

Quem também morreu no acidente foi o piloto da aeronave, Ricardo Quatrucci. De acordo com informações do UOL, em petição apresentada no último dia 4 de abril, na 26ª Vara Cível, Veruska exige que a Libbs apresente o contrato de transporte e locação do helicóptero, pois, ao que tudo indica, o mesmo não seria apto para o transporte de passageiros.

 

Deixe uma resposta