Pastor é morto a tiros e familiares desconfiam de traficantes, na Zona Oeste de Manaus

Pastor é morto a tiros e familiares desconfiam de traficantes, na Zona Oeste de Manaus

 

O pastor identificado como João Auzier Neto, 66, foi assassinado, na tarde de sexta-feira (24), na Rua da Paz, bairro Nova Esperança, zona oeste de Manaus. A vítima fazia parte da Igreja Apostólica Esperança em Cristo há quase 40 anos e morreu com três tiros. A principal suspeita da família é que ele tenha sido morto a mando de traficantes do bairro.

Segundo informações da 19ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o pastor foi alvejado por homens que chegaram no local, em um carro modelo Gol de cor grafite que, logo após os disparos, fugiram sem serem identificados.

Familiares informaram que João Auzier limpou um terreno baldio, de sua propriedade, e colocou um portão, o que estaria prejudicando a venda de drogas no local. Isso poderia ser a motivação do crime.

O pastor fazia um trabalho de evangelização na comunidade com usuários de entorpecentes. Conforme populares, a vítima não ligava para o perigo da área e evangelizava mesmo sabendo que uma facção criminosa comanda a região.

João foi socorrido e levado, ainda com vida, ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Alvorada, na zona centro-oeste de Manaus, mas não resistiu aos ferimentos.

O corpo do pastor foi encaminhado ao Instituto Médico legal (IML) na zona norte e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga o caso.

Com informações da assessoria

Deixe uma resposta