Gasolina será vendida a R$ 2,20 no Dia da Liberdade de Impostos, em Manaus

Gasolina será vendida a R$ 2,20 no Dia da Liberdade de Impostos, em Manaus

Os lojistas de Manaus realizam na próxima quinta-feira (30) a venda de 10 mil produtos e serviços sem a incidência de impostos, em protesto pela alta carga tributária.

As ações iniciaram no último final de semana e, neste ano, o Dia Livre da Liberdade de Impostos (DLI) alcança também postos de gasolina de três municípios do interior do Amazonas, além de Manaus.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), no ranking de 30 países, o Brasil é o 14º que mais arrecada impostos. E o País está em último na contrapartida de serviços públicos de qualidade. O brasileiro trabalha em média 153 dias (cerca de cinco meses) por ano só para pagar impostos sobre serviços e produtos. Apenas nos setores de maquiagem e eletrônicos as cargas tributárias são de 58% e 43%, respectivamente.

Gasolina a R$ 2,20

Segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem (CDL Jovem), os postos da Equador localizados na avenida Rodrigo Otávio, na entrada do Distrito Industrial, e o Posto Flutuante Pontão Tarumã, nas margens do Rio Negro, venderão o litro da gasolina a R$ 2,20 para carros, motos e embarcações.

Em Parintins, o litro da gasolina será comercializado no posto MCD a R$ 2,40. Em Itacoatiara e Manacapuru o litro do combustível será vendido na revenda Equador a R$ 2,45 e R$ 2,30, respectivamente. De acordo com o coordenador da CDL Jovem, Luiz Eduardo Leal, cada veículo poderá abastecer até cinco litros.

Outros produtos sem tributos

Além dos postos de combustíveis, vão participar outras lojas de segmentos como calçados, vestuários, restaurantes, eletroeletrônicos, parques, livraria, serviços de beleza, entre outros.

Os consumidores poderão ter acesso à lista de lojas participantes da campanha, que será disponibilizado no dia 30, através do aplicativo Teewa. A ferramenta irá ajudar na pesquisa por lojas, produtos, preços e o valor abatido dos tributos cobrados nos itens selecionados.

Nos shoppings, todas as lojas participantes da campanha estarão identificadas com cartazes e adesivos na vitrine e cada uma delas disponibilizará, no mínimo, cinco produtos sem a cobrança de impostos, sendo a critério do lojista oferecer maior quantidade de itens. A participação dos lojistas é facultativa.

Deixe uma resposta