Leopardo mata criança em parque na África do Sul

Leopardo mata criança em parque na África do Sul

Uma criança de 2 anos morreu na quarta-feira (5) vítima de ataque de um leopardo no Parque Nacional Kruger, na África do Sul.

O menino era filho de um funcionário do parque e vivia com a família em uma área destinada para os trabalhadores da reserva. Os familiares chegaram a levar a criança para o hospital, mas ela já estava morta.

De acordo com a BBC, o leopardo ultrapassou a área cercada e atacou o garoto. Não há informação sobre como o animal conseguiu atravessar os limites de segurança do parque.

Depois do ataque, funcionários autorizados mataram o leopardo para evitar que outra pessoa se tornasse vítima, afirmaram autoridades responsáveis pelas reservas.

Um representante do parque afirmou à BBC que os animais da reserva costumavam temer, naturalmente, seres humanos e, por isso, evitam chegar perto. No entanto, o aumento na interação humana pode ter levado o leopardo a perder o medo das pessoas.

As autoridades representantes dos parques nacionais da África do Sul enviaram condolências à família da criança morta.

“Nunca é fácil perder um ente querido, especialmente em circunstâncias trágicas. É o risco que corremos ao viver diariamente para ajudar a conservar nossas espécies para o benefício de todos”, afirmou Fundisile Mketeni, executivo-chefe do escritório de Parques Nacionais da África do Sul.

Fonte: G1

Deixe uma resposta