Polícia prende estudante de Direito suspeito de estelionato, em Manaus

Polícia prende estudante de Direito suspeito de estelionato, em Manaus

 

O estudante de direito Mayck Rubens de Lima Palheta, 23, foi preso por policiais do 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na manhã de terça-feira (11), no bairro Compensa, zona oeste de Manaus, por suspeita de estelionato. Ele trabalhava como auxiliar administrativo de um escritório de advocacia onde se passava por advogado para enganar clientes e ganhar honorários advocatícios.

De acordo com informações do 18º DIP, o homem trabalhava no escritório desde agosto de 2018, quando começou a praticar o crime.

Outras duas pessoas estão sendo investigadas por suspeita de participarem do crime junto com Mayck. Ele trabalhou no escritório até abril deste ano, quando a proprietária do escritório, na zona leste de Manaus, começou a desconfiar da prática do crime. Pelo menos 17 pessoas foram vítimas do estelionatário, incluindo o escritório de advocacia. Ele conseguiu desviar R$ 20 mil.

Mayck assumiu a autoria do crime e afirmou que usou o dinheiro era para pagar dívidas. Ele teve o mandado de prisão expedido no dia 6 de junho e foi preso em uma cooperativa de papelão, na Compensa. O homem  foi indiciado por estelionato e associação criminosa. Ele deve ser encaminhado ainda nesta quarta-feira (12) ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Com informações da assessoria

Deixe uma resposta