’21/08/2019’

A segurança da Copa América será coordenada pelo Centro Integrado do Comando e Controle Nacional

A segurança da Copa América será coordenada pelo Centro Integrado do Comando e Controle Nacional

Agência Brasil l Responsável por coordenar a atuação das forças federais e estaduais de segurança pública voltadas à manutenção da integridade dos torcedores que assistirão aos jogos da Copa América nos estádios, o Ministério da Justiça e Segurança Pública montou um forte esquema de vigilância no Centro Integrado de Comando e Controle Nacional, em Brasília. É desse centro que serão monitorados, por exemplo, a rotina em aeroportos, hotéis, centros de treinamento, estádios e pelas rotas por onde passarão as várias equipes que participam do evento esportivo. Eventuais ocorrências em bares, restaurantes e nos estádios também serão monitoradas.

A operação contará com a participação de agentes da Secretaria de Operações Especiais, do Ministério da Justiça, além de membros da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), do Ministério das Relações Exteriores e representantes dos cinco estados onde haverá jogos: São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

“Está tudo preparado para que os jogos comecem e transcorram bem. Vamos ficar atentos. Há muitos desafios, às vezes imprevistos, mas os sinais são bons”, disse Moro, confirmando que as autoridades brasileiras receberam dos governos de outros países relações com a identificação de torcedores com histórico de violência.

“O que os países estão fazendo é trocar informações. Recebemos listas com as identificações, [lista que] propiciam inclusive o reconhecimento facial [de torcedores sob suspeita]. A orientação foi para não permitirmos a entrada no Brasil de torcedores com histórico de violência. Se por acaso, acontecer de alguns deles burlarem este controle, [a orientação é proibir] também a entrada nos estádios”, disse Moro.

Deixe uma resposta