Pelotão Fluvial do Corpo de Bombeiros já atendeu 42 ocorrências no primeiro quadrimestre deste ano

Pelotão Fluvial do Corpo de Bombeiros já atendeu 42 ocorrências no primeiro quadrimestre deste ano

No primeiro quadrimestre deste ano, os mergulhadores do Pelotão Fluvial do Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM) atenderam a 42 ocorrências. Destas, 61,9% foram registros de afogamento e as demais foram busca por corpos ou resgate de corpos que já haviam sido encontrados.

“Infelizmente, às vezes, nosso trabalho é resgatar corpos. Mas estamos de prontidão para atender as demais ocorrências em Manaus ou no interior do estado”, disse o comandante do Pelotão Fluvial, subtenente José Fernando Liberato Fernandes.

Ele, que acumula 27 anos de experiência no Corpo de Bombeiros, relatou as adversidades enfrentadas pelos mergulhadores da corporação para garantir o sucesso dos resgates ou salvamento.

“O mergulho na região amazônica é completamente diferenciado. Além das condições de visibilidade, por conta das águas escuras, temos de lidar com a correnteza embaixo d’água, galhadas, pedaços de troncos. Trabalhamos sob pressão”, ressaltou o subtenente Liberato.

Atualmente, o Pelotão Fluvial conta com 16 mergulhadores, sendo 11 em Manaus e outros cinco divididos nas Companhias Independentes em Itacoatiara (a 165 quilômetros da capital), com dois mergulhadores; em Manacapuru (a 98 quilômetros de Manaus), com um mergulhador; e em Parintins (a 369 quilômetros da capital), com dois mergulhadores.

Entre os resgates realizados este ano estão o do corpo de um jovem de 16 anos, em fevereiro, em um balneário em Rio Preto da Eva (distante 57 quilômetros de Manaus), que teve morte por afogamento. Em abril, os mergulhadores do Pelotão Fluvial resgataram o corpo de um homem de 37 anos morto por afogamento após pular de uma balsa na Feira da Panair, no Educandos, zona sul de Manaus.

Orientações – Na tentativa de prevenir acidentes em meio líquido, o comandante do Pelotão Fluvial deu orientações à população.

“Bebida alcoólica não combina com água, especialmente os rios amazônicos. Todo cuidado é pouco em qualquer balneário. Os adultos precisam ter cuidado redobrado com as crianças, além de usar, sempre, o colete salva-vidas”, ressaltou o subtenente Liberato.

O Pelotão Fluvial fica localizado na avenida Sete de Setembro, atrás do prédio da Eletrobrás Amazonas Energia. Chamados e ocorrências são atendidos via 193, número de atendimentos do Corpo de Bombeiros.

Deixe uma resposta