’06/12/2019’

Deputados federais da Bancada Militar ficam fora da votação da Reforma da Previdência

Deputados federais da Bancada Militar ficam fora da votação da Reforma da Previdência

Os deputados federais que compõe a Bancada Militar na Câmara dos Deputados foram retirados da Comissão Especial que analisou e votou ontem (4), a Reforma da Previdência.

Entre os parlamentares que não participaram da votação, Capitão Alberto Neto (PRB-AM) lamentou a aprovação do texto base que deixou a classe policial de fora das regras de transição da aposentadoria.

“Eu tinha me comprometido a favor dos agentes da Segurança Pública, mas, infelizmente, o Governo tirou todos os policiais da Comissão Especial que estaria votando contra o Governo. Tô muito decepcionado porque nós elegemos esse presidente e queríamos o mínimo de valorização”, disse.

O parlamentar sustenta que ainda é possível reverter os prejuízos que podem ser causados aos Policiais Militares. “Nós temos o Destaque 139, que nós fizemos, que se for aprovado, pode deixar uma brecha na legislação federal para pode igualar os policiais as Forças Armadas”, explicou.

Empenhado em defender os direitos dos policiais, Alberto garante que continuará lutando para melhorar as regras de aposentadoria para a categoria. “Ainda teremos a votação em Plenário e lá eu garanto que votarei a favor dos policiais”, ressaltou o Capitão da PM.

Deixe uma resposta