’01/06/2020’

Médicos residentes da Nilton Lins vão cruzar os braços por falta de pagamento

Médicos residentes da Nilton Lins vão cruzar os braços por falta de pagamento

Médicos residentes que da Universidade Nilton Lins enviaram uma carta ao diretor do Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, Eduardo Melo de Mesquita Junior, informando que devem parar suas atividades no próximo dia 1 de agosto, porque segundo eles a Universidade Nilton Lins não está cumprindo corretamente os pagamentos.

“Como é sabido por todos, a residência médica trata-se de uma modalidade de especialização para a área médica, os aprovados em certame de residência medica, recebem bolsa de estudos mensal, ou pelo menos, deveria ser mensal.” Diz um trecho do documento.

De acordo com os notificantes, os médicos residentes tem cumprido suas obrigações conforme o estabelecido pelo programa de residência, porém a instituição de ensino não está fazendo sua parte que está prevista em lei. Segundo os denunciantes, o programa de residência começou no dia 1 de abril deste ano e até a presente data receberam apenas os vencimentos do mês de maio e mais recentemente os de junho, porém do mês de abril ainda não foram repassados.

“Foi enviada uma notificação extrajudicial para a unidade credenciada com o prazo de 48 horas para quitação do débito, no entanto não tivemos resposta. A universidade continua sendo displicente”, afirmou uma das responsáveis pela judicialização do caso. A Universidade Nilton Lins informou que não vai se pronunciar sobre o caso. A paralisação dos médicos residentes deve acontecer no dia 1 de agosto e só deve terminar quando a instituição de ensino quitar os débitos das bolsas de estudo de forma integral.

Fonte: Laranjeiras FM

Deixe uma resposta