’13/12/2019’

‘Não existe retorno do AI-5’, diz Eduardo Bolsonaro

‘Não existe retorno do AI-5’, diz Eduardo Bolsonaro

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta quinta-feira (31), que pediu ao deputado federal Eduardo Bolsonaro para se desculpar pela declaração em favor de um novo AI-5.

Em entrevista a José Luiz Datena, na emissora Band, Bolsonaro afirmou:

“Eu falei para ele: ‘Se desculpa pô, junto àqueles que porventura não interpretaram você corretamente’. Ele falou: ‘Não tem problema, se desculpa [sic], não tem problema nenhum’.”

Bolsonaro tentou explicar a declaração do filho.

“Ele fala que o que está acontecendo no Chile não pode acontecer no Brasil. Daí ele fala que no contexto dos anos 60, o Brasil viveu momentos difíceis aqui também, e o AI-5 foi quase uma imposição. Mas ele fala também que o AI-5, que essa arma não existe e nem queremos e nem pretendemos falar de autoritarismo de nossa parte. Eu fui eleito democraticamente e ele foi.”

O chefe do Executivo acrescentou:

“Agora, o que que a gente fica chateado aqui: qualquer palavra nossa, palavra né, num contexto qualquer vira um tsunami. A gente lamenta, eles sabem disso, eu falos com meus filhos sobre isso aí. Eu também me policio muito no tocante a isso.”

Logo após as declarações do presidente Bolsonaro, ainda no programa do Datena, o deputado Eduardo se desculpou publicamente:

“Eu peço desculpas a quem, porventura, tenha entendido que estou estudando ou o governo está estudando o retorno do AI-5.”

O parlamentar afirmou que “essa possibilidade não existe” e creditou a repercussão de sua fala a uma “interpretação deturpada”.

“Não existe retorno do AI-5”, finalizou o deputado Eduardo.

Deixe uma resposta