Borracheiro morre eletrocutado após tocar em fio de alta tensão solto de poste em avenida de Manaus

Borracheiro morre eletrocutado após tocar em fio de alta tensão solto de poste em avenida de Manaus
Fio de alta tensão estava solto de postes na Avenida Mulateiro, bairro Santa Etelvina, em Manaus. — Foto: Patrick Marques/G1 AM

Um borracheiro de 54 anos morreu após ser eletrocutado por um fio de alta tensão solto de postes na Avenida Mulateiro, bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus, neste domingo (14). Segundo a polícia, a vítima teve o corpo queimado após ser atingido por uma carga de cerca de 13,8 mil volts que passava pela fiação dos postes.

De acordo com a 15ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o borracheiro morava no bairro e andava pela avenida durante a tarde. Um fio de alta tensão havia se desprendido dos postes e estava em uma calçada da via.

“Esse senhor estaria andando pela avenida e, na curiosidade, veio mexer e aconteceu essa situação. Uma situação de curiosidade que fez o cidadão perder a vida. Ele transitava normalmente pela rua, o fio ainda estava energizado e acabou acontecendo essa fatalidade”, disse o capitão Leonardo, da 15ª Cicom.

Após o ocorrido, a polícia isolou o local para que outras pessoas não fossem feridas. Agentes da concessionária Amazonas Energia, responsável pelo fornecimento de eletricidade, fizeram o desligamento da energia e retiraram a fiação do local.

Por meio de nota, a Amazonas Energia informou que equipes técnicas estão avaliando a situação da rede elétrica na área do acidente. A concessionária disse também que, preliminarmente, constataram a presença de objetos como linhas de cerol e papagaios de papel entrelaçados em boa parte dos cabos de média e baixa tensão.

“Tal constatação, porém, ainda não representa um laudo definitivo do problema ocorrido na área. A situação será avaliada e periciada nos próximos dias”, informou a Amazonas Energia na nota.

A concessionária informou que deve prestar auxílio à família do borracheiro e também fez um alerta sobre os riscos que a prática de empinar pipas pode trazer.

O corpo do borracheiro foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). Familiares do homem estiveram no local do acidente e ficaram abalados com o ocorrido. Eles não quiseram falar com a imprensa.

—————-

Fonte: G1 Amazonas.

Deixe uma resposta