Arquidiocese de Manaus anuncia retorno de missas presenciais a partir deste sábado (13)

Arquidiocese de Manaus anuncia retorno de missas presenciais a partir deste sábado (13)
Pinturas em estilo barroco fazem parte da composição do Santuário de Nossa Senhora de Fátima — Foto: Rickardo Marques/G1 AM

A Arquidiocese de Manaus anunciou, nessa sexta-feira (12), o retorno das missas presenciais na capital amazonense a partir deste sábado (13). As celebrações estavam suspensas desde o dia 5 de janeiro, após o aumento de casos, internações e mortes por Covid-19 na cidade.

Até a sexta (12), segundo a Fundação de Vigilância e Saúde (FVS-AM), o estado já soma mais de 11 mil óbitos em decorrência da doença e quase 330 mil casos.

Em carta dirigida aos padres e fiéis, o arcebispo metropolitano de Manaus, Dom Leonardo Steiner, orientou as paróquias e áreas missionárias sobre o retorno. Para que isso seja possível, é necessário:

  • Que os ritos não ultrapassem 1h30min;
  • Intervalo entre as celebrações, para a sanitazação das igrejas, de 5 horas;
  • Uso obrigatório da máscara e álcool em gel;
  • Lotação máxima de 30% da capacidade total;
  • Comunhão apenas na mão;
  • E que os fiéis sejam orientados a sair de forma ordenada dos templos, dentre outros.

O arcebispo pediu, ainda, que as celebrações e momentos de oração continuem a ser transmitidos pelas redes sociais ou quaisquer outros meios de comunicação, para os fiéis impossibilitados de participar ou que ainda não se sintam seguros.

Também voltaram a ser permitidas as celebrações de Exéquias – uma espécie de rito de despedida de um ente querido, com a presença de um padre ou um ministro -, desde que sejam levadas em consideração as normas de segurança e uma abreviação do tempo do rito.

Além das exéquias, Dom Leonardo autorizou o retorno das confissões e, em casos excepcionais, as celebrações de batismo e casamento. No entanto, é necessário que os ritos sigam à risca as orientações emitidas pela Arquidiocese.

Por se tratar de um retorno gradual, segundo o arcebispo, continuam suspensas reuniões de pastorais, movimentos e grupos, como as catequeses. Dom Leonardo também disse que, para as celebrações da Semana Santa, novas orientações devem ser enviadas às igrejas nos próximos dias.


Fonte: G1 Amazonas

Deixe uma resposta