Grávida morre e marido fica ferido em queda de moto após serem atingidos por motorista em Manaus

Grávida morre e marido fica ferido em queda de moto após serem atingidos por motorista em Manaus

A dona de casa Cláudia Suzeany de Araújo Tavares, de 34 anos, morreu na madrugada deste sábado (27), após um motorista bater o carro contra a motocicleta que a vítima estava com o marido, de 42 anos, a caminho da maternidade em Manaus. Ela estava grávida de oito meses. O feto também morreu.

Câmeras de segurança registraram o momento do acidente, que ocorreu no bairro Japiim, na Zona Sul da capital amazonense. O suspeito fugiu sem prestar socorro e é procurado pela polícia.

Após acidente, carro foi abandonado. Motorista está foragido — Foto: Eliana Nascimento/G1

A mulher chegou a ser levada para o Hospital João Lúcio, mas não resistiu e morreu neste sábado (27). O marido da gestante, Genilson Moraes, segue internado em estado grave com traumatismo craniano.

Neste domingo (28), durante o velório da dona de casa, os familiares da vítima contaram que a mulher sentiu dores durante a madrugada. Ela e o marido saíram de casa em direção à maternidade Balbina Mestrinho, mas o motorista do carro bateu na moto em que eles estavam. O casal caiu da moto e ficou jogado ao chão até a chegada das equipes de socorro.

O suspeito fugiu do local com o carro e abandou o veículo na Rua Cinco de Setembro, também no bairro Japiim. Câmeras de segurança de casas registraram o momento que o homem abandona o veículo ainda na madrugada de sábado (27) por volta das 5h.

A família disse que registrou o caso no 1° Distrito Integrado de Polícia e as imagens foram entregues aos policiais. Eles pedem justiça pela morte da dona de casa, que era mãe de outras duas crianças.

G1 esteve neste domingo (28) na Rua Cinco de Setembro, onde o suspeito abandonou o carro. Os moradores disseram que a Polícia Militar esteve ao local, mas informou que, como houve um óbito, cabe à Polícia Civil retirar o veículo.

G1 apurou que o carro não possui restrição de roubo e está em nome de uma mulher que reside no bairro Amazonino Mendes, em Manaus.

Ainda na tarde deste domingo, moradores revoltados atearam fogo ao veículo.

Grávida de oito meses, dona de casa Cláudia Tavares tinha outras duas filhas em Manaus — Foto: Reprodução

Fonte: G1 Amazonas

Deixe uma resposta