Vendedor de Frutas é morto a tiros

Vendedor de Frutas é morto a tiros

Um vendedor de frutas de 35 anos foi assassinado com três tiros, na noite de quarta-feira (24), na banca onde trabalhava no bairro Dom Pedro, na Zona Centro-Oeste de Manaus. Dois suspeitos, de 19 e 20 anos, foram presos com uma arma de fogo. A polícia conta que a vítima foi morta por vender drogas na área de outro traficante.

O crime ocorreu no cruzamento entre as avenidas Dom Pedro e Francisco Orellana, por volta das 21h10.

De acordo com a 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o vendedor estava na banca de frutas quando dois homens em uma motocicleta preta chegaram ao local. O passageiro desceu da moto e atirou três vezes contra a vítima, que foi atingida por dois tiros na cabeça e um nas costas.

A dupla fugiu em seguida no veículo. O vendedor chegou ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu no local.

A PM foi acionada por populares que estavam no local no momento em que a vítima foi baleada. A 10ª Cicom enviou equipes para o local do crime e chegou passar pela dupla na motocicleta após o crime.

Durante buscas pela região, os PMs conseguiram deter a dupla, por volta das 22h, nas proximidades da rua César Almir Duarte, ainda no Dom Pedro. Um revólver calibre 38, usada no crime, foi encontrado com os suspeitos.

A dupla foi presa em flagrante e levada para o 10° Distrito Integrado de Polícia (DIP). Em depoimento, o jovem de 20 anos disse que estava devendo R$ 150 para um traficante, que perdoou a dívida de drogas em troca do assassinato do vendedor.

O suspeito disse ainda que a morte foi encomendada, porque a vítima estava comercializando drogas na área do traficante. O mandante do crime foi identificado, segundo a polícia.

Os dois suspeitos foram autuados em flagrante por homicídio e porte ilegal de arma de fogo uso permitido. Eles devem ser encaminhados para Audiência de Custódia, para a Justiça determinar se serão encaminhados para um presídio.

O vendedor de frutas era natural de Faro (PA) e residia no bairro Dom Pedro. O G1 procurou familiares da vítima para comentar o caso, mas eles não foram localizados.

Fonte: G1 Amazonas

Fotos: G1 Amazonas

Deixe uma resposta