Placa com padrão Mercosul começa a ser usada a partir do dia 10 no AM

Placa com padrão Mercosul começa a ser usada a partir do dia 10 no AM
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

A partir do dia 10 de dezembro, os novos veículos emplacados no Amazonas já farão uso do novo modelo de placa no padrão estabelecido pelo Mercado Comum do Sul (Mercosul). O novo modelo faz parte de um acordo internacional que tem como objetivo unificar a identificação dos automóveis que circulam no Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile e Bolívia, países que fazem parte do bloco econômico sul-americano.

De acordo com o diretor-presidente do Detran-AM, Vinicius Diniz, no primeiro momento, a obrigatoriedade da substituição da nova placa se aplicará apenas aos novos veículos emplacados, na primeira transferência de propriedade, na primeira mudança de município ou por iniciativa do proprietário interessado em adotar o novo modelo.

Vinicius Diniz afirma que o valor da placa não sofrerá alteração. O valor do par de placas, traseira e dianteira, continuará R$ 221,69. O preço da unidade, confeccionada em separado, continua R$ 155,19.

Diniz também explica que a nova placa traz impresso tarja azul, a bandeira do país de origem e possui inúmeros itens de segurança e prevenção à clonagem e falsificação. Ao contrario do modelo atual, que possui três letras e quatro números, a placa padrão Mercosul tem quatro letras e três números. O último número continua sendo o indicador do mês de pagamento do Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

Contra falsificações

Marcas d’água com o nome do país e do Mercosul estarão grafadas na diagonal ao longo das placas, com o objetivo de dificultar falsificações. No Brasil, a placa terá uma tira holográfica do lado esquerdo e um código bidimensional (QR-Code) que conterá a identificação do fabricante, a data de fabricação, número serial da placa, bem como dados do veículo e do proprietário. A tira é uma maneira de evitar falsificação.

*Com informações da Assessoria

Deixe uma resposta