’07/12/2019’

Nacer abre inscrições para o programa de voluntariado ‘Fazendo Minha História’

Nacer abre inscrições para o programa de voluntariado ‘Fazendo Minha História’

O Núcleo de Assistência a Criança e Família em Situação de Risco (Nacer) está com inscrições abertas para quem deseja ser voluntário do programa “Fazendo Minha História”, que tem a proposta de ajudar crianças e adolescentes acolhidos a compreender, valorizar e criar uma versão própria para a sua trajetória de vida. Os interessados devem se cadastrar até domingo (7), através do link: https://forms.gle/ZdcmhK7PNhmusAQ47.

A capacitação dos voluntários inscritos ocorrerá nos dias 13, 20 e 27 deste mês, das 8h às 12h, na sede da instituição, localizada na Rua 35, 2B, Conjunto Castelo Branco, no Parque 10 de Novembro. O curso tem um taxa de R$ 30. Após esse processo, os participantes poderão iniciar o trabalho com os acolhidos.

De acordo com o diretor da casa, Cleslley Rodrigues, o programa “Fazendo Minha História” oferece meios de expressão para que cada criança ou adolescente conheça e se aproprie de sua história de vida. “Ser separado da família, mudar completamente de rotina e passar a conviver com adultos e crianças desconhecidas pode ser uma experiência difícil de entender. O programa possibilita que os voluntários construam vínculos afetivos com as crianças e adolescentes, ajudando a elaborarem suas vivências para a construção de um álbum de histórias, contendo relatos, depoimentos, fotos e desenhos que fazem parte de suas vidas”, explica.

Sobre o Nacer

O Nacer foi criado em 2015 a partir do sonho de reduzir a mortalidade infantil e materna com o combate à desnutrição e prevenção da gravidez precoce.

A instituição acolhe adolescentes grávidas e crianças em situação de vulnerabilidade social encaminhadas pelo Juizado da Infância e da Juventude, garantindo assistência psicológica, proteção e cuidados com a saúde.

 Os recursos que mantêm o abrigo são provenientes de pessoas físicas e jurídicas que fazem doações regulares e de convênios periódicos com a rede pública de assistência social. Mais informações estão disponíveis no site: www.nacercrianca.org.

Deixe uma resposta