’15/12/2019’

Atletas amazonenses treinam no exterior para representar o estado

Atletas amazonenses treinam no exterior para representar o estado

Com apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel), os atletas Daniel Alves e Fábio Mota, iniciaram 25 dias de preparação para os Jogos Pan-Americanos em Teerã, capital do Irã. O país, localizado no Oriente Médio, é uma das potencias mundiais na modalidade e abriu as portas para os amazonenses.

Os competidores da Federação Amazonense de Luta-Livre Esportiva e Luta Olímpica (Falle) deram início no último dia 7 de julho ao ciclo de capacitação em um dos melhores centros de treinamento do mundo. “É animador saber que estamos fazendo história na Luta Olímpica. Esse treinamento é para pouquíssimos atletas do mundo, e com certeza eles trarão conhecimentos que ajudarão ao Amazonas a se manter entre os melhores do Brasil na modalidade. Eles são merecedores”, comentou o titular da Sejel, Caio André de Oliveira.

Um dos amazonenses é Daniel Alves, que vai competir na categoria 57 kg da modalidade nos Jogos Pan-Americanos 2019, que acontecerá em Lima, no Peru. Em abril, ele foi classificado quando disputou e venceu, com medalha de bronze, o Campeonato Brasileiro de Wrestling.

“Estamos focados nessa oportunidade que ganhamos de poder treinar em um lugar que possui grande credibilidade na luta olímpica. A partir desse preparatório espero adquirir o potencial necessário para garantir um bom resultado para o Amazonas e o Brasil”, comentou o atleta.

O outro é o lutador Fábio Mota, que vai para a seletiva pré-olímpica e para o Campeonato Sul-Americano em Santiago, no Chile, na categoria principal 97 kg sênior. “São 25 dias que temos para nos preparar com os campeões olímpicos e mundiais, o que é de grande importância, pois aperfeiçoamos a nossa técnica de luta. Tenho certeza de que, após esse período no Irã, teremos melhor desempenho e melhores resultados”, disse Mota.

Para o presidente da Falle, Waldeci Silva, o trabalho e o foco dos competidores é essencial para o progresso do esporte. “Não medimos esforços para que os atletas da seleção amazonense possam competir em alto nível, com chances de medalhas em toda e qualquer competição. Esse estágio é um reconhecimento do Governo do Amazonas, da Sejel, para com nossa federação. O governador Wilson Lima nos apoiou desde o primeiro dia, assim como o secretário Caio André. O trabalho no Centro de Treinamento de Alto Rendimento do Amazonas (Ctara) continua, e vamos trazer mais resultados ainda”, profetizou Waldeci.

“Muito obrigado a todos, inclusive ao Presidente da Confederação Brasileira de Wrestling (CBW), Pedro Gama Filho, que garantiu a estadia e alimentação para nossos atletas”, finalizou o dirigente da Falle.

Deixe uma resposta