Amin Aziz deixa CDPM após término de prisão temporária

Amin Aziz deixa CDPM após término de prisão temporária

Amin Aziz deixou a prisão nesta terça-feira (6), à 00:00h. Ele teve um mandado de prisão temporária decretado na última quinta-feira (1), com suspeitas de ocultação/destruição de provas momentos antes da ‘Operação Vertex’, deflagrada pela Polícia Federal no Amazonas (PF-AM) no dia (19) de julho.

Amin e Madison Kleber, tio de sua esposa, também preso na quinta-feira, suspeito de cooperar com o irmão de Omar Aziz na ocultação de provas, foram liberados após cumprirem prazo de prisão temporária no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), na BR-174.

PF investiga

De acordo com nota publicada pela Polícia Federal, após cumprirem mandados de busca e apreensão na casa de Amin e Madison, há suspeitas de que os dois tenham agido juntos para que fossem destruídas/ocultadas provas que incriminam o irmão de Omar Aziz, por recebimento de verba indevida do Instituto Novos Caminhos. A Polícia Federal segue investigação para apuração dos fatos.

Operação Vertex

A operação deflagrada no último dia (19) de julho é um desdobramento da ‘Operação Maus Caminhos’ e visa o combate à corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Os alvos nesta operação, são suspeitos de recebimento de verba ilícita desviada da Saúde Pública do estado do Amazonas por parte do Instituto Novos Caminhos, do médico Mouhamad Mustafa.

Operação Maus Caminhos

A primeira fase da ‘Maus Caminhos’ ocorreu em setembro de 2016, para desarticular uma organização criminosa que desviava recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) do Amazonas. O montante desviado já ultrapassou os R$ 112 milhões, no qual foram presos o ex-governador do Amazonas, José Melo, sua esposa e ex-secretários.

Atualmente a ‘Maus Caminhos’ está na sua sexta fase, com a ‘Operação Eminência Parda’.

Deixe uma resposta