’22/09/2019’

Nacional encara o Paysandu precisando reverter vantagem dos paraenses

Nacional encara o Paysandu precisando reverter vantagem dos paraenses

O Nacional enfrenta nesta terça-feira (20) o Paysandu pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa Verde. A partida acontece em Belém, no estádio da Curuzu, casa do Papão, às 19h30 (horário de Manaus). Com a derrota por 1 a 0 no jogo da ida, na Colina, o Leão da Vila Municipal precisa vencer o Paysandu por dois gols de diferença para avançar às quartas de final. Caso vença pela vantagem de um gol, a decisão vai para a disputa de pênaltis.

Sob o comando de Aderbal Lana, o Nacional terá pela frente um time que vem numa sequência de 13 jogos de invencibilidade. E a classificação passa, obrigatoriamente, pela boa participação dos atacantes. O amazonense Ronan, que vai ser titular no contra os paraenses, é a esperança de gols do Leão da Vila Municipal. “Todo atacante vive de gol, a gente sabe disso. Não podemos errar quando a oportunidade aparecer”, afirmou o camisa 7 do Naça.

Diferente do Paysandu, que precisou jogar pelo Brasileiro Série C, o Nacional teve duas semanas livres para treinos desde o primeiro jogo do confronto. Ronan acredita que a equipe aproveitou bem o período de atividades. “As duas semanas foram excelentes. Nosso grupo está focado no objetivo e gente tem feito aquilo que o professor Lana passou. Sabemos que não podemos errar, então estamos focados”, ressaltou Ronan.

E para o jogo desta noite, Lana não vai poder contar com dois jogadores que foram titulares no jogo da Colina. Na última semana, o zagueiro Guigui e o centroavante Marco Aurélio pediram dispensa e não fazem mais parte do elenco azulino. Enquanto Anderson Bandeira deve substituir Guigui na zaga, Romarinho é quem pode assumir a referência de ataque com a saída de Marco Aurélio.

Do outro lado

Com a vitória por 1 a 0 na primeira partida do confronto, na Colina, o Paysandu se classifica para as quartas de final da Copa Verde até se empatar. Jogando como mandante, a equipe paraense não perde desde maio deste ano, quando foi derrotada pelo Internacional por 1 a 0, em partida que valeu pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

Disputando o Brasileiro Série C e invicto há 13 jogos, o Paysandu tem o clássico ‘Re-Pa’ para disputar no domingo (25). O confronto é decisivo, vale pela última rodada da primeira fase da competição, e define quem avança para as quartas de final da terceira divisão do Brasileiro. Tendo a competição nacional como principal foco, o time do técnico Hélio dos Anjos vai mesclado para o duelo de hoje, assim como no jogo da ida.

Surpresa no banco

Para esta partida, o treinador Aderbal Lana relacionou o meio-campo Heytor, das categorias de base do Nacional. Após se destacar no Campeonato Amazonense Sub-19, o garoto pode atuar pela primeira vez no time profissional do Leão.

Porém, a maior curiosidade sobre Heytor vem de sua família. O meio-campo é irmão mais novo de Hamilton, craque do Manaus e destaque da campanha que ascendeu o Gavião do Norte à Série C do Brasileiro. Canhoto, diferente do irmão, Heytor é uma das peças ofensivas que estarão no banco de reservas na partida de logo mais.

Deixe uma resposta