Funcionário público é preso por lucrar com informações de fiscalização de eventos

Funcionário público é preso por lucrar com informações de fiscalização de eventos
Foto: Divulgação.

O funcionário José Renato Guedes de Matos, 47, foi preso pela suspeita de ganhar dinheiro com repasse de informações sigilosas sobre a Central Integrada de Fiscalização (CIF) a empresários de eventos da capital. O suspeito cobrava entre mil e dois mil reais dos empresários. 

A prisão de José foi realizada durante operação batizada de “Iscariotes”, deflagrada nesta quarta-feira (3). José Renato foi preso na rua Arthur Reis, no bairro São Jorge, na Zona Oeste de Manaus. 

De acordo com a Polícia Civil (PC), José Renato utilizava da condição de funcionário público integrante da Central de Fiscalização para avisar empresários de eventos a respeito de eventuais fiscalizações. Ele afirmava, ainda, conseguir redirecionar as rotas de fiscalização. 

Segundo o delegado Guilherme Torres, titular da Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (Deccor), o filho do preso, José Renato Ferreira de Matos, 23, está foragido. Ele é suspeito de participar na ação criminosa do pai. 

Delegado Guilherme Torres | Foto: Phil Limma

Ainda conforme Torres, José confessou os crimes e responderá por violação de sigilo funcional, corrupção passiva e peculato.

__________

(Fonte: A Crítica)

Deixe uma resposta