Ruas do Centro de Manaus começam a ser atingidas com cheia do Rio Negro

Ruas do Centro de Manaus começam a ser atingidas com cheia do Rio Negro
Ruas no centro de Manaus atingidas pela cheia do Rio Negro — Foto: Paulo Frazão/Rede Amazônica

Ruas do Centro de Manaus começaram a ser atingidas com a cheia do Rio Negro, nesta sexta-feira (30). Na capital do Amazonas, o rio ultrapassou a cota de inundação severa e registra 29,03 metros.

Entre as vias afetadas está a Rua dos Barés.

Em Manaus, três bairros já receberam 600 metros de pontes de madeira. A previsão é chegar a dois quilômetros, conforme a subida do rio. O bairro Mauazinho, na Zona Leste de Manaus, é um dos pontos afetados

De acordo com o Serviço Geológico, a previsão é de que a cheia deste ano esteja entre as maiores já registradas nos últimos anos. A expectativa é que a cota máxima fique entre 28,55m a 30,35m. Com isso, deve ultrapassar a cheia histórica de 2012.

  • Cota de inundação: 27,50m
  • Cota de inundação severa: 29m
  • Cota prevista em 2021: 30,35m
  • Maior cheia 2012: 29,97m
Rua atingida por cheia do Rio Negro no Centro de Manaus — Foto: Paulo Frazão / G1

Maiores cheias nos últimos 119 anos

  • 2012 – 29,97m
  • 2009 – 29,77m
  • 1953 – 29,69 m
  • 2015 – 29,66m
  • 1976 – 29,61m
  • 2014 – 29,50m
  • 1989 – 29,42m
  • 2019 – 29,42m
  • 1922 – 29,35m
  • 2013 – 29,33m

Alerta de cheia

O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) informou que há uma possibilidade de 80% do nível do rio atingir, neste ano, um nível de 29,50 metros a 30,50 metros – lembrando que a cheia recorde de 2012 foi alcançou 29,97 metros.

O próximo alerta de cheia está marcado para 31 de abril.

Em Manacapuru, a cota do dia é de 19,86. A previsão é que chegue entre 20,20 e 21,00.


Fonte: G1 Amazonas

Deixe uma resposta