Neymar é acusado de estupro em Paris. Jogador nega.

Neymar é acusado de estupro em Paris. Jogador nega.

Uma mulher registrou Boletim de Ocorrência em São Paulo, nesta sexta-feira, acusando Neymar de estupro. O crime, segundo ela, teria ocorrido num hotel em Paris, no dia 15 de maio. A identidade da vítima é preservada no B.O.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo confirmou a denúncia à reportagem, em nota curta:

” Houve uma denúncia registrada pela vítima na 6ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher). O inquérito policial segue em sigilo.
São Paulo, 01 de junho de 2019″.

No Boletim de Ocorrência, a mulher afirmou que foi embora de Paris no dia 17, retornando ao Brasil. Disse que estava abalada emocionalmente e com medo de registrar o fato em outro país, optando por fazer na delegacia em São Paulo, onde reside.

A vítima disse também que foi Neymar quem pagou suas passagens e hospedagem em Paris, por meio de um assessor. Ela disse que chegou a Paris no dia 15 e se hospedou no hotel Sofitel Paris, e que Neymar chegou no mesmo dia ao local, por volta das 20h, “aparentemente embriagado”. A vítima disse que conversaram, “trocaram carícias”, porém, em determinado momento, “Neymar se tornou agressivo e, mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima”.

Neymar se defende em post em rede social

Emrede social, Neymar se defendeu da acusação e disse estar sendo vítima de extorsão. Neymar publicou um vídeo que mostra o que seria uma troca de mensagens no WhatsApp com a garota que o acusa do estupro que, segundo ela, ocorreu em Paris, no dia 15 de maio. A troca de mensagens continua nos dias seguintes ao suposto crime. O Boletim de Ocorrência foi registrado por ela na última sexta-feira em São Paulo, onde mora. A identidade da modelo é preservada no B.O.

A assessoria de imprensa do jogador também soltou uma nota:

Foi divulgado hoje, há algumas horas, uma noticia envolvendo o Atleta Neymar Jr., sob a acusação de estupro.

A suposta vítima, inclusive, registrou Boletim de Ocorrência, amplamente divulgado na imprensa.

Apesar de ter ficado surpreso com a noticia, os fatos já eram de conhecimento do Atleta e do seu estafe, tendo em vista que há poucos dias foi vitima de tentativa de extorsão, praticada por um advogado da cidade de São Paulo, que, segundo a sua versão, representava os interesses da suposta vitima.

Os advogados do atleta foram imediatamente comunicados e desde então estão adotando todas as providências pertinentes.

Diante do infeliz, ilegal e ultrajante acontecimento, repudiamos completamente as injustas acusações e, sobretudo, a exposição na imprensa de uma situação extremamente negativa.

Todas as provas da tentativa de extorsão e da inexistência de estupro serão apresentadas à Autoridade Policial oportunamente.

Assessoria de Imprensa

NR Sports.

Neymar pai dá sua versão

Antes da divulgação da nota e do post de Neymar, o pai do jogador, Neymar da Silva Santos, falou ao programa “Brasil Urgente”, da Band. Em conversa com o apresentador José Luiz Datena, ele negou a acusação, disse que o atleta foi alvo de extorsão e que a alegada vítima forjou provas.

Segundo ele, Neymar teve relações sexuais com a mulher que o acusa de estupro, mas consentidas. De acordo com Neymar pai, quando o jogador não quis mais ter relacionamento com a mulher, um advogado procurou o atleta e seus representantes, prometendo procurar a polícia e a imprensa com a acusação de estupro. Só não o faria se Neymar pagasse determinada quantia em dinheiro.

– São momentos difíceis. Se a opinião pública não estiver bem esclarecida. Se a gente não conseguir mostrar a verdade rapidamente, vira uma bola de neve. Se a gente tiver que expor o WhatsApp do Neymar e as conversas com essa moça, nós vamos expor, porque está claro que foi uma armadilha

Neymar pai diz que tem provas, que vão de fotos do encontro com um advogado do Instituto Neymar e duas testemunhas à troca de mensagens de Whatsapp entre o jogador e a mulher.

Ele diz que não foram ainda notificados pela Delegacia da Mulher, mas já estão prontos para apresentar a defesa.

– A gente já estava esperando por isso. Quando recebemos a extorsão, a gente ficou esperando – disse Neymar pai, que não gravou as conversas que diz ter havido com o advogado da mulher que acusa o filho de estupro.

– Não (gravamos). Tiramos fotos, temos imagens deles marcando pelo Whatsapp encontro comigo. Pedi que se direcionassem a um imóvel nosso em São Paulo. Coloquei três testemunhas. Não sabíamos os motivos (do encontro), o que teriam de provas disso. Os nossos advogados falaram que não tinha acordo nenhum. Extorsão a gente não aceita – disse.

Ele contou ter falado com o filho antes de as notícias começarem a aparecer na imprensa.

– Falei com ele para tranquilizá-lo. Que a gente já tinha um caminho a ser feito. Que vai ser a Justiça. Que a Justiça possa enxergar isso da melhor maneira possível.

Deixe uma resposta