Passeio de barco com mais de 900 pessoas é impedido durante fiscalização em Manaus

Passeio de barco com mais de 900 pessoas é impedido durante fiscalização em Manaus
Denúncia recebida pela Secretaria de Segurança informou que a previsão era que mais de mil pessoas participassem de passeio. — Foto: Divulgação/SSP-AM

Um passeio de barco com mais de 900 de pessoas foi impedido de sair, pela Central Integrada de Fiscalização (CIF), na manhã deste domingo (18). A embarcação sairia do porto da Manaus Moderna, no Centro da cidade e faria um passeio até uma praia.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), o órgão recebeu uma denúncia no sábado (17), sobre o passeio e a previsão era que mais de mil pessoas fossem no barco.

A lista obrigatória apresentava cerca de 450 passageiros, dentro do limite permitido pelo Decreto Estadual nº 43.650. Porém, ao ir a campo, os agentes da Arsepam constataram a excedência visível da capacidade máxima permitida de 50%, uma das medidas de contenção da pandemia da Covid-19.

Ainda conforme a SSP-AM, o cartaz de divulgação do passeio informava a embarcação, horário e local do evento e ainda que haveria atrações musicais.

Os responsáveis pela embarcação e organização do passeio foram encaminhados ao 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP) e a Arsepam aplicou autos de infração relacionados à superlotação e à falta do distanciamento social. A ação contou com o apoio da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), Polícia Militar do Amazonas (PM-AM), Polícia Ambiental e da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam).

Eventos deste tipo não estão autorizados a acontecer no Amazonas em cumprimento ao decreto do governo com o intuito de conter o avanço da Covid-19. Até o último sábado (17), mais de 12,3 mil pessoas morreram no estado vítimas da doença.

Passeio foi impedido de acontecer por órgãos de fiscalização. — Foto: Divulgação/SSP-AM

Fonte: G1 Amazonas

Deixe uma resposta